Chico Buarque perde ação contra deputado bolsonarista

A Justiça do Rio de Janeiro julgou improcedente a ação de indenização que Chico Buarque moveu contra o deputado bolsonarista Bibo Nunes.

O compositor havia pedido R$ 40 mil por danos morais, em razão da seguinte declaração do parlamentar à GloboNews:

“Antigamente, só se incentivava a cultura com os seus apaniguados. Se dava dinheiro pro Chico Buarque da vida, Caetano Veloso, músicos já consagrados, artistas consagrados, para apoiarem o governo.”

Na decisão, o juiz do 6º Juizado Especial Cível do Rio de Janeiro entendeu que “não se vislumbra ofensa direta ou indireta ao autor, na medida em que o réu somente estava expondo sua opinião em uma entrevista”. O magistrado também afirmou que “o pensamento crítico não é ofensa, mas direito protegido constitucionalmente pela liberdade de expressão”.

Leia mais: Exclusivo: o objetivo secreto do 'inquérito do fim do mundo' do STF
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 46 comentários
TOPO