China pode recomendar terceira dose de Coronavac

China pode recomendar terceira dose de Coronavac
Foto: Christiano Antonucci /Secom MT

A China, como O Antagonista publicou mais cedo, admitiu que a eficácia de suas vacinas contra a Covid “não é alta”.

A imprensa brasileira ignorou o assunto, mas ele é essencial para nós, porque nossa campanha vacinal é inteiramente dependente da Coronavac.

Uma das principais autoridades sanitárias chinesas, o imunologista Gao Fu, que dirige o CDC, disse que talvez seja preciso misturar doses de diferentes vacinas, ou então aplicar uma terceira dose.

No caso, uma terceira dose de Coronavac, o que agravaria a escassez de vacinas no Brasil.

Gao Fu disse também:

“Todos devemos considerar os benefícios que as vacinas de mRNA podem trazer para a humanidade.”

A tecnologia de mRNA, ou RNA mensageiro, é aquela da Pfizer (BioNTech) e da Moderna.

A vacina da Pfizer foi recusada por Jair Bolsonaro porque, segundo ele, transformava as pessoas em jacarés.

(Washington Post)

 

Leia mais: Crusoé mostra como a corte do STF volta a ser palco de troca de farpas entre ministros, intrigas e até ameaças após o julgamento da reeleição no Congresso.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO