Chororô em Genebra

A defesa de Lula convocou jornalistas para “atualizar a imprensa sobre a exaustão dos direitos domésticos de Lula no Brasil e os ataques de direitos humanos sobre Lula”. O mimimi está marcado para quarta-feira, em Genebra.

Os advogados continuarão tocando a vuvuzela de que a ONU, ao aceitar a petição de Lula no mês passado, reconheceu a violação de seus direitos.

Só não dirão que a própria ONU afirmou que a aceitação é apenas um procedimento normal, que não implica admitir qualquer irregularidade.