ACESSE

Cidadania quer 'renda básica duradoura'

Telegram

O governo confirmou ontem a prorrogação do auxílio emergencial em meio à pandemia da Covid-19.

A bancada do Cidadania na Câmara vai trabalhar para que o Brasil tenha uma “renda básica duradoura”.

“Nós acreditávamos que essa prorrogação seria de três meses, mas dois meses é um passo. Nós vamos trabalhar para que isso seja ampliado e nos empenharemos depois para que tenhamos uma renda básica de forma mais permanente, como uma política pública, um conjunto de programas de repasse de renda e vincule esses programas a desempenho”, disse o líder do partido, Arnaldo Jardim.

“Nesta pandemia, ficou claro, de uma forma mais dramática ainda, que precisamos ter ações para combater a miséria, diminuir as desigualdades”, acrescentou.

Leia mais: A estratégia de Bolsonaro para chegar ao fim do mandato

Comentários

  • Daniel -

    É uma ótima ideia. Que tal retirar o monte de penduricalhos das duas casas legislativas? Certamente ia sobrar dinheiro para o programa.

  • José -

    É só reduzir os salários dos políticos que podem fazer isso é ainda sobra grana.

  • Dalila -

    Ele irá diminuir o dele? Ou aumentará impostos para bancar tudo isso.

Ler 40 comentários