Cinco votos em separado

Serão lidos ao longo do dia, na CCJ do Senado, cinco votos em separado ao projeto de reforma trabalhista: três da oposição e dois da base.

A votação da reforma no colegiado é o primeiro teste de Michel Temer após a denúncia da PGR contra ele.