Cintra diz que abre mão de imposto único pela reforma tributária

Marcos Cintra, nomeado secretário-geral da Previdência e da Receita Federal do governo Jair Bolsonaro, disse à Folha que está disposto a abrir mão do imposto único sobre movimentações para buscar o consenso na reforma tributária.

“Eu acho que o ímpeto reformista da sociedade hoje justificaria trabalharmos em várias frentes.

Estamos falando intensamente em privatização, redução de gastos… o ministro está falando agora na desindexação do Orçamento. Acho que a sociedade está preparada para discutir uma ampla gama de reformas porque o Brasil não pode mais esperar”.

Prepare-se para combater esse “velho Brasil”. Saiba mais AQUI

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Luciano disse:

    O cidadão quer imposto único! Nāo sei que argumento esse cara está usando contra essa idéia, alias, ideia defendida por Bolsonaro na campanha!

Ler comentários
  1. Chrisoula disse:

    Imposto único sobre movimentações é eufemismo para CPMF! Digo NÃO!!!!

    1. não seja burra. vai procurar saber mais sobre IVA.

  2. daniel disse:

    É uma pena o imposto único, seria incrível. Mas eu já imaginava que algo tão moderno e simples é para o Brasil mesmo.

  3. Thiago disse:

    Engana bobo... não vai fazer nem uma coisa nem outra, vai ser um governo empurrado com a barriga, mantenedor do privilégio das corporações, tudo pelo poder.

  4. Niina disse:

    A reforma tributária do Carlos Hauly, em tramitação no Congresso, que cria o IBS não diminui a carga tributária. O PG deu a entender que a sua proposta diminuiria esses valores.

  5. Pedro disse:

    Estado tem que custar 25% PIB para entregar defesa, segurança, justiça, educação básica e técnica, saúde, para todos. O restante é a sociedade quem faz

  6. Sarcástico disse:

    Será que ninguém sabe o que é o IOF que se paga nas aplicações financeiras e quando se entra no cheque especial? IOF = Imposto Operações Financeiras.

  7. Alexandre disse:

    Dr. Cintra, não saia do foco do IU!

  8. Niina disse:

    CPMF seria mais um imposto. O que o Paulo Guedes sugeriu foi a substituição de vários impostos por um simplificado de movimento financeira, com alíquota de 0,4%. Vc vai pagar agora é o IBS.

  9. Silvia disse:

    Não, estão cogitando a substituição de vários impostos e estudando alternativas.

  10. DireitaMassiva disse:

    ÓTIMO!!! Pagando menos impostos, TÁ ÓTIMO!!!

  11. Sueli disse:

    Exatamente. Queremos mudança, reformas, um Estado mais enxuto, menos burocracia, menos impostos, menos privilégios e mais eficiência.

  12. Alexandre disse:

    Claro. Aí, a reforma tributária passa e o imposto sobre movimentações financeiras, que deveria ser único, acaba virando mais um. Já vi esse filme e não gostei.

  13. Antonio disse:

    So para lembrar nao aceitaremos aumento de impostos

  14. Baiano disse:

    Exatamente! Precisamos fazer o nosso dever de casa. Chega de esperar.

  15. 🇧🇷 disse:

    Discordo, com imposto único as brechas para sonegação serão quase inexistentes.

  16. Lilianne disse:

    Imposto único sobre movimentações é golaço! Fim da máquina de débitos, créditos e ações judiciais.

  17. José disse:

    É imposto único ou tributo único? O imposto único é sim viável e adequado! Não tomar a espécie pelo gênero!

  18. José disse:

    Imposto único. Os industriais não querem , os empresários não querem. acabem com todos os impostos e manda um imposto único sobre a movimentação financeira o mais justo...

  19. Indignado disse:

    Esse Marcos Cintra vem de longa data insistindo no tal imposto único. Tudo o que conseguiu foi mais um imposto, a CPMF. E parece que não aprendeu a lição até hoje.

  20. Francisco disse:

    Não sei o que ele pensa, mas como contribuinte esfolado pelo "Leão" que sou, ajudaria bastante se reajustassem a tabela do IR conforme a lei, diminuindo a grande defasagem existente. PT faturou.

  21. Cesar disse:

    Ímpeto reformista da sociedade?? Onde??? só se for da sociedade ruralista e da sociedade dos banqueiros.

    1. Isso mesmo! Nunca vi a imprensa comprar tão cegamente uma tese como as tais reformas, publicando os press releases dos bancos! A maioria dos deputados reformistas não foi reeleita.

  22. LUIGI disse:

    O ímpeto da sociedade é proteger-se dos governos federal, estadual e municipal. Não há ímpeto reformista algum. Se houver imposto único ele ficará todo em Brasília e SP vai ficar à míngua.

  23. José disse:

    Por acaso ele é o ministro ou se acha ministro ?

  24. Wagner disse:

    Mas que p. ele pensa que é para abrir ou deixar de abrir mão de alguma coisa? está impondo condições para ser Ministro? Bolsonaro mande ele enfiar o imp único no c., e chame outro que esteja a f

  25. Vicente disse:

    É! Mas tudo depende de dois pontos de difícil travessia: congresso acostumando com o toma lá, dá cá e o judiciário, viciado em se achar o poder mais nobre do Brasil, quando não passa de um qua

  26. Salvador disse:

    o antagonista nao entendeu a materia da folha...a manchete contradiz cintra, que a unificacao de impostos e consenso, e ele abriria mao da sua base de arrecadacao preferida, a movimentacao financeira

  27. Gadi disse:

    Que pena..... No país de chantagem não consegue fazer nada

  28. Pietro disse:

    Continuando: J.RACHID (SRF entre 2003/08 e 2015/2018) - entremeado p CARTAXO (R.I.P. - 2009/10) e C.A.Freitas(2011/14)- c/seus 15.000 Auditores ñ descobriu em 10 anos o q a L.JATO fez em meses.

    1. Conversa de boteco. Sei de seguríssima fonte que sSem a Receita a investigação da Lava Jato não teria chegado a lugar nenhum. Se encontrar um Procurador da República ou Delegado da PF, pergunte

  29. Willian disse:

    Pergunto porque desconheço: onde existe IMPOSTO ÚNICO?

  30. ribeiro.js@hotmail.c disse:

    Ele não tem poder para abrir mão de porra nenhuma. Está começando muito mal.

  31. Mauro disse:

    Primeiro limpar esses vagabundos corruptos da RF. Nada explica como dezenas de auditores e fiscais da RF sejam donos e mantenham lanchas luxuosas de 2 a 5 milhoes em marinas do Brasil.

  32. Pietro disse:

    O q a Sociedade também espera é q o novo Secr (q terá o controle dos SEGREDOS de RACHID na Receita) descubra por que o FISCO jamais detectou os mais de R$50 Bi SONEGADOS p/Empreiteiros da L.JATO

  33. Ricardo disse:

    Já temos um ministro da economia, Guedes, e Cintra tem só que fazer seu trabalho.