Cintra diz que abre mão de imposto único pela reforma tributária

Telegram

Marcos Cintra, nomeado secretário-geral da Previdência e da Receita Federal do governo Jair Bolsonaro, disse à Folha que está disposto a abrir mão do imposto único sobre movimentações para buscar o consenso na reforma tributária.

“Eu acho que o ímpeto reformista da sociedade hoje justificaria trabalharmos em várias frentes.

Estamos falando intensamente em privatização, redução de gastos… o ministro está falando agora na desindexação do Orçamento. Acho que a sociedade está preparada para discutir uma ampla gama de reformas porque o Brasil não pode mais esperar”.

Comentários

  • Luciano -

    O cidadão quer imposto único! Nāo sei que argumento esse cara está usando contra essa idéia, alias, ideia defendida por Bolsonaro na campanha!

  • José -

    Imposto único. Os industriais não querem , os empresários não querem. acabem com todos os impostos e manda um imposto único sobre a movimentação financeira o mais justo...

  • Francisco -

    Não sei o que ele pensa, mas como contribuinte esfolado pelo "Leão" que sou, ajudaria bastante se reajustassem a tabela do IR conforme a lei, diminuindo a grande defasagem existente. PT faturou.

Ler 41 comentários