ACESSE

Ciro critica 'cultura do ódio' e chama Bolsonaro de 'nazista filho da puta'

Telegram

Ciro Gomes discursou hoje em Goiânia contra o “militarismo”, o “radicalismo” e a “cultura do ódio” e terminou sua fala xingando Jair Bolsonaro, registra O Globo.

Segundo o jornal carioca, após um suposto partidário de Bolsonaro subir em um carro de som que estava ao lado de Ciro, o pedetista chamou o deputado de “nazista filho da puta”.

“Olha o que é a cultura de ódio. Um bobinho, que não tem culpa de nada, acabou de criar uma confusão trazendo uma camisa do adversário aqui dentro”, discursou o ex-governador do Ceará.

“Paciência com ele. Tenham paciência com ele. Ele não é culpado de nada. Ele é só vítima desse nazista filho da puta!”, concluiu.

Clique abaixo para assistir ao vídeo.

Comentários

  • Maria -

    Por favor, pelo menos vocês, não tratem o Adélio como "agressor"! Foi uma tentativa de homicídio que não se consumou por forças alheias à vontade do agente.

  • PBD -

    Ciro é um débil mental.

  • PetistaBurro -

    Ciro calado é um poeta

Ler 328 comentários