Ciro diz lamentar 'mal-entendidos' com judeus

Ciro Gomes publicou em suas redes sociais um texto em que lamenta “mal-entendidos” com a comunidade judaica após ter associado judeus à corrupção em uma entrevista publicada em abril, registra o Estadão.

Na entrevista ao site HuffPost Brasil, o ex-presidenciável do PDT criticava a relação de Jair Bolsonaro com “grupos de interesse” que o apoiam.

“Por exemplo, para os amigos dele aí, esses corruptos da comunidade judaica, que acham que, porque são da comunidade judaica, têm direito de ser corrupto. Corrupto, para mim, não interessa se é curdo ou cearense”, disse Ciro na ocasião.

As declarações fizeram com que duas entidades israelitas movessem um processo judicial contra o pedetista, por antissemetismo.

Hoje, Ciro disse lamentar se tiver ofendido alguém. “Os judeus podem contar comigo na luta contra o antissemitismo”, acrescentou.

Em resposta, Fernando Lottenberg, presidente da Confederação Israelita do Brasil, disse que a postagem foi um “gesto importante” de reconhecimento do erro de Ciro e que a ação judicial será reavaliada.

Comentários

  • Hepson -

    Não deviam suspender o processo contra esse cangaceiro. Vive ofendendo as pessoas e se intitula como intelectual. Trata-se de político já superado e que nada de útil produziu para o BRASIL.

  • Ricardo -

    Esse fdp, segundo informes, é via do. Dizem que no Ceará queima mais que a Amazônia. Posa de macho, mas dorme na caixa. Ou seja, boneca. Fala grosso quando cercado de capangas. Que tb queimam.

  • Namir -

    E quem liga para o que ele pensa

Ler 118 comentários