ACESSE

Ciro Gomes vira réu em processo de João Doria

Telegram

A juíza Simone de Faria Ferraz, da 16ª Vara Criminal do Rio, aceitou uma denúncia de calúnia e difamação feita por João Doria contra Ciro Gomes, registra o G1.

A ação é referente a declarações dadas pelo presidenciável derrotado em uma palestra na Uerj, em maio de 2017, quando o tucano ainda era prefeito de São Paulo.

‘“Doria é um farsante. (…) Toda a fortuna dele vem de ‘lobby’. ‘Lobby’, tráfico de influência e dinheiro público dos governos do PSDB de São Paulo e de Minas Gerais. Esses piqueniques de barão que ele promove, tudo é financiado por dinheiro público e dá banca pra ele fazer ‘lobby’”, declarou Ciro na ocasião.

“Eu era prefeito de Fortaleza e ele era presidente da Embratur e foi corrido de lá por corrupção”, acrescentou.

Os advogados de Doria alegaram que as declarações “extrapolam em muito” o direito à liberdade de expressão. A assessoria de Ciro não comentou o caso.

Foto: Governo do Estado de São Paulo

O que o brasileiro quer de Jair Bolsonaro? Leia aqui

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 25 comentários