Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Ciro Nogueira, a mansão e o 'método Ana Cristina'

O ministro da Casa Civil de Jair Bolsonaro alugou uma mansão em Brasília meses depois que ela foi comprada por um amigo de Flávio Bolsonaro
Ciro Nogueira, a mansão e o método Ana Cristina
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP-PI), usou a filial de sua empresa de venda de motos no Piauí para alugar neste ano uma mansão no Lago Sul em Brasília, diz a Folha. O imóvel foi comprado meses antes por um amigo do senador Flávio Bolsonaro, Wiler Tomaz de Souza.

Wiler comprou a mansão por R$ 4,45 milhões em outubro do ano passado. Em janeiro, pegou as chaves do imóvel.

Ciro Nogueira se mudou para a propriedade em abril, quando ainda era senador e atuava na CPI da Covid em defesa de Jair Bolsonaro.

Como mostramos, a ex-mulher do presidente Ana Cristina Valle se mudou, em junho, um imóvel avaliado em R$ 3,2 milhões na área nobre da capital. A propriedade foi comprada por Geraldo Antônio Machado dias antes da mudança.

A casa de Wiler é alugada, para fins residenciais, pela Ciro Nogueira Comércio de Motocicletas Ltda, mais especificamente pela filial que fica em Teresina. O valor do aluguel é R$ 15 mil, abaixo do valor de mercado.

O imóvel tem 632 metros quadrados construídos. Possui quatro suítes, hidromassagem, piscina, sauna, churrasqueira e elevador.

A filial usada no contrato de aluguel não foi declarada pelo então candidato à Justiça Eleitoral em 2018.

Wiler Tomaz entrou na mira da CPI em junho, quando ganharam força investigações sobre suspeitas de corrupção na compra de vacinas. Os senadores propuseram que o sigilo do advogado fosse quebrado. Um dia antes de o requerimento ser votado, o nome de Wiler foi retirado.

À Folha, Willer afirmou que todo o negócio foi regular, que não foi de fachada e que “a relação não é promíscua”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO