Ciro tenta encontrar um discurso

Ciro Gomes, na semana passada, disse que só poderia disputar o Palácio do Planalto se Lula desistisse de sua candidatura.

Ontem ele disse o contrário:

“Quem decide a minha candidatura sou eu, e só dependo de uma circunstância: o PDT confirmar meu pleito. Quando digo que não gostaria de ser candidato se o Lula também for, não é uma homenagem propriamente a ele, embora acredite que PT e PDT possam seguir juntos, apesar de nossas diferenças. Mas, se ele for candidato, passionaliza e polariza de tal forma o ambiente que os eleitores terão dificuldade de encontrar meu discurso, centrado em temas que considero sérios, distantes da polarização simplória que ele representa”.

Como se nota, o próprio Ciro Gomes tem dificuldade de encontrar seu discurso.

Faça o primeiro comentário