Cleto: “Não lembro de tudo”

Advogado de Eduardo Cunha faz perguntas a Fábio Cleto sobre encontros, jantares, e-mails, reuniões…

Cunha, vez ou outra, fala algo ao pé do ouvido de seu defensor.

“O doutor está perguntando de coisas que aconteceram seis anos atrás e que não vejo relevância”, reclama Cleto. “Não lembro de tudo”.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 4 comentários
  1. Uma coisa é a Globo e sua cultura via produtos de consumo, como o Faustão; Fantástico (oba-oba pra povão), artistas que assinam contrato temporário e vem do teatro (em geral porraloucas), historinhas de novelas sempre ruins e embecilóides, Globo Show, “”””””música”””” de consumo de massa muito ruins de Fátima Bernardes pela manhã (hiper brega) etc.
    Outra totalmente diferente é o JORNALISMO que utiliza técnicas consagradas de pesquisa, entrevistas com variados pontos de vista, checagem de fontes (ou seja: uma tradição de mais de 100 anos, se considerarmos a mídia impressa).
    Ou seja: um é a «Rede Globo».
    Outro é o Canal de Notícias, o «GloboNews», de que não tem nada a ver com novelas etc.