Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

CNJ abre processo contra juízes que publicaram liminares quase idênticas

Há suspeita de influência externa nas decisões concedidas, uma vez que os textos possuem semelhanças apesar de os magistrados atuarem em estados diferentes
CNJ abre processo contra juízes que publicaram liminares quase idênticas
Foto: Gustavo Lima/STJ

Quatro magistrados de estados diferentes serão investigados em um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) para apurar porque concederam liminares com textos quase idênticos determinando a suspensão da cobrança de empréstimos consignados de servidores públicos. A apuração do fato foi autorizada pelo Plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

De acordo com a corregedora nacional de Justiça, ministra Maria Thereza de Assis Moura, há suspeita de influência externa nas liminares concedidas pelos investigados uma vez que os textos possuem grande similitudes apesar de os magistrados atuarem em estados diferentes (Bahia, Goiás, Amazônia e Alagoas).

“Existem parágrafos quase iguais nas quatro liminares. Eu mesma pesquisei na internet e não encontrei os textos que poderiam ter sido usados como base para as decisões. De onde veio tanta coincidência? É muito estranho e suspeito”, disse a corregedora.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO