ACESSE

CNJ afasta juiz que acusou Gilmar de corrupção

Telegram

O CNJ puniu com afastamento o juiz Glaucenir de Oliveira, de Campos dos Goytacazes, por ter acusado Gilmar Mendes de receber propina para soltar Anthony Garotinho em 2017.

Num áudio espalhado por WhatsApp, o magistrado disse que a “mala foi grande” para a concessão do habeas corpus — depois, ele se retratou e foi condenado a indenizar o ministro.

A pena de “disponibilidade”, proposta por Dias Toffoli, obriga o juiz a se afastar do cargo por no mínimo dois anos — ele continua recebendo salário no período.

“Não se pode brincar com o STF, com o Judiciário brasileiro”, disse o ministro, dizendo que, na época, recebeu ligações de diversas pessoas para saber se o relato de Glaucenir era verdadeiro.

TRF-4 monta trincheira contra o revisionismo de ocasião do STF. Leia aqui

Comentários

  • Heliana -

    Nossa !!!! Ele mentiu????

  • Maria -

    Nao pode brincar com os ministros do stf???? Si pide pedir hc para ser solto e arquivar processos. Agora Gilmar Mendes pode chamar a turma de Curitiba da Lava Jato de organização criminosa??

  • Isabel -

    Esse CNJ precisa ser fechado.

Ler 78 comentários