CNJ mantém gratificação para audiências de custódia

O CNJ acaba de manter a indecente gratificação criada no Rio de Janeiro para audiências de custódia, atividade ordinária de qualquer juiz.

O conselheiro Márcio Schiefler, que foi o principal auxiliar de Teori Zavascki, havia determinado monocraticamente a suspensão do benefício.

No julgamento em plenário, Schiefler foi seguido apenas pelo conselheiro Valdetário Andrade Monteiro, indicado pela OAB. Mas perderam a parada.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Nomes, Antagonistas!
    Quem são esses imorais que mantiveram essa excrescência? Depois essa sacanagem é estendida pro resto do país com a alegação de isonomia, direito adquirido e o escambau. É muita safadeza! Temos que isolar esses párias.
    Cretinos!!!

Ler mais 33 comentários
  1. Nomes, Antagonistas!
    Quem são esses imorais que mantiveram essa excrescência? Depois essa sacanagem é estendida pro resto do país com a alegação de isonomia, direito adquirido e o escambau. É muita safadeza! Temos que isolar esses párias.
    Cretinos!!!

  2. Se liga Antagonistas…vcs estão indo para o caminho da hipocrisia. prestem atenção no que foi julgado. O valor é para pagamento das audiências em finais de semana. Qualquer trabalhador tem direito a remuneração por trabalho extra…poxa, assim vão perder a credibilidade…tá parecendo folha de são paulo

  3. …OS(AS) CIDADÃOS(ÃS) !!?
    ==
    AGORA, TAMBÉM VIROU MAIS UM APPARATCHIK DA CATEGORIA…!??
    ==
    ESSA DESGRAÇEIRA É QUE NOS CONDUZ AO DESCRÉDITO INSTITUCIONAL.

  4. Isso e só para o judiciario estadual, de novo Carmneha protegendo essa corja e fudendo os federais. Ela veio ao rio ontem para visitar a associação dos esdatuais e fazer acordo para não ferrar com eles, só com os federais. kkkk

  5. O pior dos 3 poderes é o judiciário pois vivem de manipular interpretações de leis pra se beneficiareme beneficiarem que os paga um por fora. Com raras exceções como o Moro. Até quando esses togados vão agir como se fossem semi deuses?

  6. Isso é mais um DESCASO com o dinheiro do CONTRIBUINTE.
    Juízes deveriam ter VERGONHA NA CARA dando exemplo ÉTICOS e MORAIS antes de ter o direito a julgar o outro.
    Uma REFORMA GERAL deveria ser realizada para acabar com essas MAZELAS e PENDURICALHOS que engordam os contracheques de suas “EXCELÊNCIAS” togadas.

  7. CANALHAS!!! LADRÕES!!!
    COMO PODEM CONDENAR ALGUÉM, SENDO ELES MESMOS LADRÕES QUE SE APROPRIAM DE DINHEIRO PÚBLICO ACIMA DO TETO PREVISTO NA CARTA MAGNA?
    MALDITOS!!!

  8. Juiz ganha salário e se trabalhar ganha uma gratificação? Imagina quando verificarem que eles não trabalham tão bem assim… certeza que vão querer um acréscimo por trabalho bem feito, sem erros.

  9. Enquanto o brasileiro sofre com a bitributação sobre seu salário, pelo IR e pelos impostos sobre produtos e serviços que consome, a Justiça tupiniquim acaba de criar a bi-remuneração para os juízes, receber dois salários pelo mesmo trabalho.
    Escandaloso.

    1. Óbvio que não! A senhora Bento Carneiro adora os juízes estaduais, principalmente os do Rio. Ontem mesmo esteve com eles para garantir-lhes que nada perderão, podem até aumentar seus penduricalhos que não há problema…

  10. Indecente nada. Quem trabalha de graça é relógio. E nem tanto. Aliás, porque não transformam logo os cargos do Judiciário em honoríficos, sem remuneração. Fora AM, honorários agu e quintos servidores!

  11. Tremendo absurdo!
    Então uma agência administrativa se mete a ditar regras e aumentos de gastos, sem ter autorização e e tudo bem?
    Essa excrecência de audiência está mais uma vez criando mais penduricalhos que tornam cada vez mais dispendioso o Judiciários mais caro do mundo.
    Eta establishment, eta nomenklatura.
    Além de soltarem bandidos a torto e a direito, humilharem policiais ou as forças da lei e ainda cria mais uma boquinha, num país quebrado.
    Até quando vamos tolerá-los.
    Estava demorando para sacar qual era desses caras.

  12. O ministro grego da Economia, Dimitri Papadimitriou, e sua mulher, Rania Antonopoulou, vice-ministra do Trabalho, perderam os cargos semana passada. O casal deixou o governo de esquerda do Syriza por causa de um escândalo envolvendo auxílio-moradia.
    .
    O jornal local Eleftheros Typos revelou que a vice-ministra recebia € 1.000 mensais (cerca de R$ 4.000) para alugar um apartamento. Rania saiu primeiro. Pediu desculpas aos gregos e prometeu devolver o dinheiro recebido. Ato contínuo, o marido Dimitri renunciou.
    .
    Os jornais gregos destacaram que não havia ilegalidade no repasse. O fato, porém, de o benefício ser pago a quem não precisa foi visto como insulto em um país debilitado economicamente, de média salarial de € 770 e com depu.tados ganhando ao menos sete vezes mais.

  13. pois é…apenas se insurgem contra o auxílio-moradia, previsto em lei complementar e pago tb aos parlamentares de Brasília e outros servidores, como os oficiais bombeiros do DF, mas acabar com essas regalias dos TJ,s, principalmente os do Rio falido, não querem…Juízes estaduais são diretamente ligados a políticos. O Rio de Janeiro está aí para comprovar!

  14. Esse judiciário e uma vergonha, cheio de compadres, seguirão recebendo salários na casa dos cem mil reais por mês e ainda deixarão lula soltinho fazendo campanha, cadeia e lei nesse pais é só pra pobre

  15. Os Brasileiros perderam a parada!. O Judiciário tem demonstrado suas garras. Bolsonaro tem que por um basta nesta farra!. O país não aguenta funcionar assim.