ACESSE

CNJ mantém gratificação para audiências de custódia

Telegram

O CNJ acaba de manter a indecente gratificação criada no Rio de Janeiro para audiências de custódia, atividade ordinária de qualquer juiz.

O conselheiro Márcio Schiefler, que foi o principal auxiliar de Teori Zavascki, havia determinado monocraticamente a suspensão do benefício.

No julgamento em plenário, Schiefler foi seguido apenas pelo conselheiro Valdetário Andrade Monteiro, indicado pela OAB. Mas perderam a parada.

Comentários

  • Angela -

    Nomes, Antagonistas! Quem são esses imorais que mantiveram essa excrescência? Depois essa sacanagem é estendida pro resto do país com a alegação de isonomia, direito adquirido e o escambau. É muita safadeza! Temos que isolar esses párias. Cretinos!!!

  • Ricardo -

    Juiz ganha salário e se trabalhar ganha uma gratificação? Imagina quando verificarem que eles não trabalham tão bem assim... certeza que vão querer um acréscimo por trabalho bem feito, sem erros.

  • Vovô -

    Ou o Brasil acaba com as mamatas e privilégios indecentes dos barnabés, ou os barnabés acabam de vez com esta republiqueta bananeira.

Ler 34 comentários