ACESSE

CNJ pede a Moro que explique suposta atuação político-partidária

Telegram

O corregedor-geral de Justiça, Humberto Martins, cobrou do juiz Sergio Moro explicações sobre suposta atividade político-partidária, por ter aceitado convite para ser ministro da Justiça de Jair Bolsonaro.

Com base na explicação, Martins decidirá se abre ou não um processo disciplinar contra o magistrado.

Em outro procedimento, o corregedor marcou para o dia 6 o depoimento de Moro sobre o episódio do habeas corpus de Lula, concedido ilegalmente por Rogério Favreto.

Além do próprio Favreto, também deverão depor Gebran Neto, relator da Lava Jato, e Thompson Flores, presidente do TRF-4.

Parte da grande imprensa está torcendo contra o futuro governo Jair Bolsonaro. Entenda AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 171 comentários