Coaf vai continuar Coaf

O Coaf vai continuar perseguindo os lavadores de dinheiro, apesar da manobra do Congresso Nacional para afastá-lo de Sergio Moro.

Roberto Leonel, presidente do Coaf, disse para a CBN:

“Seja no Ministério da Justiça ou no da Economia, o modelo de trabalho sempre será o mesmo. O arcabouço legal que determina a atividade do Coaf nunca mudou. O que temos hoje é maior proximidade com o ministro, maior atenção de gabinetes e secretarias e comunicação com órgãos de investigação, como Ministério Público e própria Polícia Federal. Temos autonomia operacional, isso não deve mudar.”

Comentários

  • Irene -

    Isso ai virou esculhembacao, quem é que manda no Brasil? Congresso, stf, milicias, menos o executivo,

  • Daisy -

    Uma ótima lição para nossos políticos moralmente rasos seria se o COAF - no Ministério da Economia de Paulo Guedes - produzisse ainda melhores resultados contra os corruptos.

  • Evandro -

    Empresa envolvida em corrupção deveria ser proibida de operar para órgãos públicos por, no mínimo, 50 anos. Funcionários públicos envolvidos em corrupção deveriam ser exonerados sem direito

Ler 40 comentários