“Coincidência”, diz relator do projeto de abuso de autoridade

O senador Rodrigo Pacheco (DEM), relator do projeto de abuso de autoridade, classificou como uma “coincidência” o fato de a matéria ter avançado na semana dos vazamentos envolvendo Sergio Moro e Lava Jato.

“O Davi [Alcolumbre] já vinha falando sobre isso, para votar antes do recesso. Foi uma circunstância, uma coincidência”, disse a O Antagonista.

O relatório, lido hoje, será votado na próxima terça-feira — a ideia é aprová-lo na CCJ e no plenário no mesmo dia.

Comentários

  • Fabricio -

    Rodrigo Pacheco só foi eleito para eliminar a Dilma. Ele não tem voto.

  • ZázaRM -

    Quanta rapidez! O único objetivo desse projeto é calar e punir autoridades que agem a favor da lei. Isso aí "pode ser analisado antes do recesso", mas a Reforma da Previdência não.

  • ana -

    As coincidências acontecem. Por exemplo: o "marido" de Greenwald herdou o cargo de Jean Wyllys. O hacker israelense Tal Prihar morava na antiga casa do José Dirceu. E por aí vai.....

Ler 65 comentários