Colaboracionismo tucano

Lula mandou a CUT rejeitar a reforma da Previdência.

Dilma Rousseff, porém, está tranquila: ela pode contar com o apoio do PSDB.

O Valor disse:

“No que depender do PSDB, principal partido de oposição, o governo pode contar com apoio para discutir e até aprovar algumas das reformas que considera fundamentais, como a da Previdência Social. Ao contrário do que aconteceu ano passado, quando namorou com a irresponsabilidade fiscal e surpreendeu a própria militância, o partido agora pretende imprimir ação legislativa coerente com suas antigas bandeiras”.

O Valor disse também:

“O impeachment de Dilma perdeu força dentro do PSDB, durante o recesso parlamentar. No contato com suas bases eleitorais, os tucanos registraram que a pressão para tirar o deputado Eduardo Cunha da presidência da Câmara é hoje maior que a pressão para o afastamento da presidente”.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200