ACESSE

Com agravamento da pandemia, Forças Armadas enviam profissionais de saúde para Macapá

Telegram

O Ministério da Defesa determinou o envio, em caráter emergencial, de profissionais de saúde das Forças Armadas para Macapá (AP). São 12 médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, provenientes de Brasília, do Rio Grande do Sul e do Rio de Janeiro.

Eles vão reforçar o contingente do Hospital Universitário (HU) do Amapá, que está sendo ativado para atuar na linha de frente no tratamento de pacientes com o coronavírus.

“O reforço de pessoal militar é uma excepcionalidade e é temporário. Acontecerá de 6 a 20 de junho, sendo fundamental para que o Estado do Amapá possa ampliar o atendimento dos casos positivos de Covid-19. Essa ajuda importante para que o HU possua mais recursos humanos, a fim de desenvolver suas atividades e contratar profissionais civis de saúde capazes de mobiliar os 30 leitos de UTI e os 50 leitos de enfermaria existentes, voltados exclusivamente ao combate à COVID-19”, diz nota da Defesa.

Leia também: Quais líderes estão se saindo bem na pandemia?

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 6 comentários