Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Com Aras, denúncias contra políticos caíram um terço em relação à gestão Raquel Dodge

Atual PGR fez 46 denúncias contra políticos com foro no STF ou STJ, ante 64 da antecessora —que, diferentemente dele, denunciou também Temer e ministros
Com Aras, denúncias contra políticos caíram um terço em relação à gestão Raquel Dodge
Reprodução/TV Senado/YouTube

O Estadão fez as contas: nos dois anos em que Augusto Aras chefiou a PGR, ele cortou em um terço o total de denúncias apresentadas pelo comando do MPF contra políticos com foro no STF e no STJ na comparação com sua antecessora no cargo, Raquel Dodge.

Até o momento, Aras —que acaba de ter sua recondução ao cargo aprovada pela CCJ do Senado— formulou 46 denúncias aos tribunais superiores, 28% a menos que Dodge.

Nomeada por Michel Temer, Raquel Dodge fez 64 denúncias contra políticos durante seus dois anos à frente da PGR. Ela também denunciou o então presidente e ministros do governo dele, como Geddel Vieira Lima e Blairo Maggi —coisa que Aras nem chegou perto de fazer.

Não há a menor dúvida de que o atual PGR será reconduzido pelos serviços prestados —principalmente, talvez, o de ter enterrado a Lava Jato.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO