Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Com base em delação de Cabral, PF pediu abertura de duas investigações sobre Aécio

O pedido para investigar o deputado tucano deve ficar em suspenso até que o STF decida sobre a validade da delação de Sérgio Cabral
Com base em delação de Cabral, PF pediu abertura de duas investigações sobre Aécio
Foto: Câmara dos Deputados

Além de ter embasado o pedido de abertura de inquérito sobre Dias Toffoli, a delação de Sérgio Cabral levou a Polícia Federal a solicitar ao STF duas investigações sobre supostos crimes praticados por Aécio Neves, diz a Crusoé.

O pedido para investigar o tucano deve ficar em suspenso até que o Supremo decida sobre a validade da delação de Cabral, conforme determinou o ministro Edson Fachin.

Cabral acusou Aécio de atuar em favor da contratação da empreiteira Cowan nas obras da linha 4 do metrô carioca durante seu governo no Rio, em troca de vantagens indevidas que chegam a R$ 14 milhões para o ex-governador e para o parlamentar do PSDB.

Leia aqui a íntegra da nota. Assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO