Com base em indulto de Temer, Barroso extingue penas de ex-dirigentes do Banco Rural

Com base em indulto de Temer, Barroso extingue penas de ex-dirigentes do Banco Rural
Foto: Carlos Moura/STF

Luis Roberto Barroso extinguiu as penas impostas aos ex-dirigentes do Banco Rural José Roberto Salgado e Kátia Rabello, condenados no processo do mensalão.

A decisão do ministro do STF se baseia em um indulto de Natal editado em 2017 por Michel Temer. Na ocasião, Barroso, que era contra o indulto, foi voto vencido no Supremo.

“O decreto presidencial está válido, apesar de meu entendimento contrário”, anotou Barroso na decisão.

No julgamento do mensalão, Salgado e Rabello foram condenados a 14 anos e cinco meses de prisão por lavagem de dinheiro, gestão fraudulenta de instituição financeira e evasão de divisas.

Mais lidas
  1. PDT acusa Bolsonaro de peculato por compra de leite condensado

  2. Justiça Federal suspende distribuição da vacina de Oxford em Manaus

  3. Moraes manda Oswaldo Eustáquio para prisão domiciliar

  4. Deputados vão ao TCU para que Bolsonaro explique gastos com comida

  5. "O notório negacionista"

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 17 comentários
TOPO