Com base em indulto de Temer, Barroso extingue penas de ex-dirigentes do Banco Rural

Telegram

Luis Roberto Barroso extinguiu as penas impostas aos ex-dirigentes do Banco Rural José Roberto Salgado e Kátia Rabello, condenados no processo do mensalão.

A decisão do ministro do STF se baseia em um indulto de Natal editado em 2017 por Michel Temer. Na ocasião, Barroso, que era contra o indulto, foi voto vencido no Supremo.

“O decreto presidencial está válido, apesar de meu entendimento contrário”, anotou Barroso na decisão.

No julgamento do mensalão, Salgado e Rabello foram condenados a 14 anos e cinco meses de prisão por lavagem de dinheiro, gestão fraudulenta de instituição financeira e evasão de divisas.

Comentários

  • Luciano -

    Eu inventaria uma tendinite na mão direita para não coonestar um indulto dessa natureza. Que vergonha...

  • Sarcástico -

    Faz sentido se livraram a cara dos políticos porque não as dos banqueiros?

  • Gonçalo -

    Coitado do Barroso. Não tinha como não fazer isso... Cumpriu o que manda a lei...

Ler 17 comentários