Com cateter de oxigênio, presidente do TST é transferida para São Paulo

Com cateter de oxigênio, presidente do TST é transferida para São Paulo

Infectada pelo vírus da Covid-19, a presidente do TST, Maria Cristina Peduzzi, foi transferida da unidade do hospital Sírio-Libanês de Brasília para a de São Paulo.

Segundo o boletim médico divulgado há pouco pelo tribunal, ela está estável, mas com cateter nasal de oxigênio. Não há previsão de alta.

A ministra está sendo acompanhada pelas equipes dos médicos Roberto Kalil, David Uip e Carlos Carvalho.

Peduzzi é uma das autoridades que foram à posse de Luiz Fux na presidência do STF e acabou doente.

 

Leia mais: Sócios no desastre: a responsabilidade dos governadores na pandemia. Clique aqui para ler mais
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 23 comentários
TOPO