Com cota parlamentar, Alcolumbre paga imprensa do Amapá para promovê-lo

Com cota parlamentar, Alcolumbre paga imprensa do Amapá para promovê-lo
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Davi Alcolumbre destinou R$ 410,4 mil de sua cota parlamentar —dinheiro público— a dois veículos de imprensa do Amapá para divulgarem seu trabalho no estado, relata André Spigariol na Crusoé.

A despesa, apresentada pelo ex-presidente do Senado somente em março deste ano, refere-se a gastos de 2020. Foram contratados para “divulgação das atividades parlamentares” de Alcolumbre o site Seles Nafes, que recebeu ao todo R$ 80,4, e o jornal Diário do Amapá, que embolsou R$ 330 mil.

LEIA MAIS na Crusoé; assine a revista e apoie o jornalismo independente.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO