ACESSE

Com Lula ainda no Planalto, Bumlai pediu à Odebrecht apoio de R$ 40 milhões para construir Instituto

Telegram

Os novos emails entregues por Marcelo Odebrecht à Lava Jato mostram o pecuarista José Carlos Bumlai à frente das negociações para a sede do Instituto Lula – com Lula ainda na Presidência da República.

Em novembro de 2010, o diretor Paulo Melo relata ao presidente do grupo que havia sido procurado por Bumlai, para “retomar rapidamente o assunto de reforma/construção do Instituto”.

“Me comunicou uma expectativa de prazo bastante desafiadora para inauguração: maio/2011. Ele espera contar com o nosso suporte neste assunto (…) Segundo estimativa do próprio José Carlos, o investimento na reforma será da ordem de R$ 30 MM a R$ 40 MM.”

Bumlai, logo depois, foi personagem de uma matéria na imprensa sobre a conquista de patrocínios para o instituto que Lula planejava criar após deixar a presidência – o que causou desconforto internamente e, como mostramos mais cedo, levou Marcelo a cobrar táticas de blindagem mais efetivas.

 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 20 comentários