Com novo acordo com Argentina, Moro quer ‘evitar o que aconteceu com o Battisti’

Sergio Moro disse que Brasil e Argentina farão uma revisão no acordo de extradição entre os dois países para “evitar o que aconteceu com o Battisti”.

“Às vezes tem uma situação urgente. Precisa prender o cara. E, se você seguir o canal diplomático, acontece igual o Battisti.”

“O tratado de extradição é um pouco antigo, foi feito em uma outra época, as formas de comunicação agora são outras e há a percepção de uma necessidade de sempre agilizar esses mecanismos de cooperação. Então, esse tratado vai permitir uma comunicação mais rápida entre os dois países”, acrescentou o ministro da Justiça.

O pacote linha-dura de Moro vem aí. Não podemos mais esperar. Leia aqui

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

    1. Senão irão ficar Brasil e Argentina fazendo a “comunicação rápida”enquanto o marginal ja está na Bolivia, Paraguai ….

Ler mais 21 comentários
    1. Senão irão ficar Brasil e Argentina fazendo a “comunicação rápida”enquanto o marginal ja está na Bolivia, Paraguai ….

  1. De todos os países da América do Sul, o preferido pra fugir é o Brasil. Muito grande c sistema prisional e policial aos cacos, etc. MAS, se a nova onda fizer seu trabalho, o Brasil será o ULTIMO!

    1. Quando um petista, um psdbista, um peemedebista, um psolista ouvem o nome “Sérgio Moro”, tremem nas bases, porque o que lhes vem em mente é uma grade de prisão.

    1. Que diferença, enquanto Moro tenta facilitar a prisão de CORRUPTOS, o supremo dificulta o máximo. Porque??????????????

  2. Tem q fazer um acordo BR-ARG q facilite a ligacao entre os bancos daqui e de la,assim os hermanos q veem para as ferias podem pagar seus alugueis antecipados.Hoje eles nao conseguem depositar de la.

    1. Pra q adianta esse merdosul se os boludos nao podem nem mandar dinheiro pra,pra conta dos macaquitos q alugam casas pra eles no verao?