VINTE MILHÕES COM O AVAL DO “TIO”

Em documentos apreendidos pela PF, o sobrinho de Lula fala de uma reunião com o tio em Brasília, em 2009, da qual saiu dizendo que tinha “carta branca” para os negócios em Angola, informa Época.

A partir de então, Taiguara Rodrigues preparou a empresa para fazer negócios, financiados pelo BNDES, com a Odebrecht em Angola.

O Antagonista já tinha tratado extensamente da operação angolana de Lula: aqui, aqui, aqui

Faça o primeiro comentário