Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

“Com os recursos que eram destinados para a Globo, eu acabava com o coronavírus”, diz Bolsonaro

“Com os recursos que eram destinados para a Globo, eu acabava com o coronavírus”, diz Bolsonaro
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro afirmou agora há pouco a apoiadores na entrada do Palácio da Alvorada que poderia “acabar” com a pandemia do novo coronavírus com recursos de publicidade pagos no passado à Rede Globo e a jornais como Folha de S.Paulo e Estado de S.Paulo.

“Eu resolvo o problema do vírus em poucos minutos: é só pegar o que os governos pagavam no passado para a Globo, para a Folha, Estado de S. Paulo. Esse dinheiro não é para a imprensa. Esse dinheiro era pra outras coisas”, disse Bolsonaro.

Durante o ano de 2018, o governo Temer gastou R$ 1,5 bilhão com publicidade institucional. No primeiro ano do governo Bolsonaro, o custeio com propaganda chegou a R$ 1 bilhão. O recorde nesse tipo de gasto ocorreu em 2013, durante o governo Dilma Rousseff: R$ 2,3 bilhões.

Do outro lado, ao longo do ano passado, os gastos do governo federal relacionados à pandemia somaram R$ 620,5 bilhões. Na cifra estão custeio de medicamentos, repasses a estados e pagamento do auxílio emergencial.

E o vírus continua circulando. Nas últimas 24 horas, foram 4,1 mil mortes por Covid.

Leia mais: O furo de reportagem de O Antagonista sobre a mansão comprada por Flávio Bolsonaro em Brasília é dissecado na edição desta semana da Crusoé
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO