Com propina mensal, Pezão não precisava de bancos

Análise das quebras do sigilo bancário de Luiz Fernando Pezão, preso na semana passada, mostram que o governador realizou apenas 11 saques de suas contas oficiais ao longo de oito anos.

Esses saques, aliás, se intensificaram após a prisão de Sergio Cabral. As investigações mostram que Pezão embolsou pelo menos R$ 40 milhões em propina.

O inimigo número 1 de Sergio Moro. Leia AQUI

Temas relacionados:

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 19 comentários
  1. A violência no Rio está mais do que explicada. Com governadores como Garotinho, Cabral,e Pezão, bandidassos, imagine o que está abaixo. Falta muita gente ainda. Mas, quando se corta a cabeça…

  2. E ele já era um Governador Cassado…tudo errado! Graças a Deus, vai ficar TUDO Certo!! Sejam bem vindos presidente Bolsonaro e Equipe!! Vamos trabalhar para fazer a justiça como se deve e limpar o