Com recorde de mortes, Minas descarta quarentena

Com recorde de mortes, Minas descarta quarentena
Foto: Gil Leonardi/Imprensa MG

Minas Gerais registrou hoje o recorde de mortes em um único dia: 216. Mesmo assim, o governo de Romeu Zema permitirá a abertura de serviços e comércio não essencial.

“A atividade econômica, assim como o trabalho, são comemorativos e são indicadores da saúde, a gente tem que lembrar disso”, disse o Secretário de Saúde Carlos Eduardo Amaral.

A pasta garante que serão adotadas regras restritivas de funcionamento para evitar a contaminação. Já morreram 14.544 pessoas no estado e mais de 700 mil já foram infectadas.

Leia mais: Enquanto Brasília faz tudo errado, a Crusoé continuará fazendo o certo: fiscalizando o poder.
Mais notícias
TOPO