Com só 12 inscritos, plano de Aras para a Lava Jato fracassa

Com só 12 inscritos, plano de Aras para a Lava Jato fracassa
Divulgação/MPF

Só 12 procuradores em todo o país se inscreveram no edital lançado em julho pela PGR para recrutar colaboradores para as forças-tarefas da Lava Jato em Curitiba, Rio e São Paulo, além dos grupos da Greenfield e Postalis, em Brasília.

A iniciativa foi anunciada pela gestão de Augusto Aras como uma forma de “reforçar” as forças-tarefas, sem aumentar gastos, mas foi vista por procuradores que já integram os grupos como uma estratégia de enfraquecer as operações.

LEIA AQUI a reportagem de Fabio Leite na Crusoé.

Leia mais: CENSURA À IMPRENSA: O EXEMPLO QUE VEM DO SUPREMO
Mais notícias
TOPO