Com voto de Marco Aurélio, STF mantém preso traficante de cocaína

Com voto de Marco Aurélio, STF mantém preso traficante de cocaína
Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

Marco Aurélio Mello, que no início do mês mandou soltar André do Rap, votou hoje pela manutenção da prisão de um homem flagrado em julho com “um tijolo de cocaína”.

“Ele revela periculosidade, que foi justamente o que levou o juízo, tendo em conta a droga apreendida, um tijolo de cocaína pesando 598 gramas, a impor a prisão preventiva. Indefiro a ordem”, afirmou.

Ele foi seguido por Alexandre de Moraes, Dias Toffoli e Rosa Weber, em julgamento na Primeira Turma do STF.

Luís Roberto Barroso votou pela soltura: afirmou que o homem, preso em Franca (SP), é réu primário, tem bons antecedentes e estava desempregado desde o início da pandemia.

“Ao ser abordado pela polícia, espontânea e até ingenuamente, confessou a posse de substância ilícita, 600 gramas de cocaína. A hipótese é bastante bizarra. Ele teve um desentendimento com a mulher e foi dormir no carro dentro posto de gasolina, onde foi abordado pela polícia. Ele não possui envolvimento com organização criminosa, ou outras atividades ilícitas. Por ocasião do flagrante, estava sozinho e não praticava o comércio ilícito de entorpecentes”, justificou.

Leia mais: A revista tanto fuçou que conseguiu mais uma história espetacular.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 49 comentários
TOPO