Comandante da PM em Brasília é demitido após furar fila da vacina

Comandante da PM em Brasília é demitido após furar fila da vacina
Foto: Renato Alves / Agência Brasília

O comandante-geral da Polícia Militar do Distrito Federal, Julian Rocha Pontes, foi demitido do cargo após furar a fila da vacina contra a Covid, informa o Metrópoles.

Segundo o site, também passaram na frente o coronel Cláudio Fernando Condi, subcomandante-geral; o coronel Hemerson Rodrigues Silva, chefe do Departamento Operacional; e o tenente-coronel Eduardo Condi, subcomandante operacional.

A Secretaria de Saúde do DF permitiu que policiais recebam sobras das doses aplicadas na população idosa e em profissionais de saúde, mas priorizou os agentes que ficam na rua e fazem o transporte das vacinas.

Só na próxima segunda (5), os demais policiais, inclusive da cúpula, começariam a ser vacinados. Julian Pontes teria tomado a vacina na última quarta (31).

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO