Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Comandante do Exército sinaliza que não irá acelerar processo de Pazuello

Comandante do Exército sinaliza que não irá acelerar processo de Pazuello
Reprodução/redes sociais

Em meio às críticas a Pazuello após a participação em um ato pró-Bolsonaro no fim de semana, o comandante do Exército, Paulo Sergio Nogueira, indicou que não irá acelerar o processo de defesa do ex-ministro da Saúde.

Segundo a CNN, depois de uma reunião com o ministro da Defesa, Braga Netto, foi avaliado que as Forças Armadas devem atuar neste momento para evitar que o episódio se transforme em uma crise militar.

Na conversa, o comandante do Exército teria relatado a Braga Netto que o comportamento de Pazuello gerou mal-estar entre generais da ativa.

O regulamento disciplinar do Exército prevê que o militar que cometeu uma infração preencha uma ficha de apuração. De acordo com o vice-presidente Hamilton Mourão, ele tem até 72 horas para apresentar a sua defesa. O comandante Paulo Sérgio sinalizou que não irá apressar o trâmite do processo.

Conforme apurou O Antagonista, Exército avalia transferir Pazuello para a reserva com data retroativa.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO