Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Comandantes não se disporão a qualquer ideia autoritária", diz Jungmann

“Comandantes não se disporão a qualquer ideia autoritária”, diz Jungmann
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Ex-ministro da Defesa de Michel Temer, Raul Jungmann disse que a escolha dos novos comandantes de Exército, Marinha e Aeronáutica, acertada com os Altos-Comandos, mostra que fracassou a tentativa de Jair Bolsonaro de politizar as Forças Armadas.

“As escolhas são a fotografia do fracasso de tentativa de politização. Eles estão em linha com os comandantes que saem. Não se disporão a qualquer ideia autoritária”, disse, em entrevista à Folha.

A crise com os militares, afirmou, decorreu da “queda progressiva de popularidade” de Bolsonaro e de uma “relação conflituosa” com o Judiciário.

“Ele então resolve subir o sarrafo da lealdade e do endosso das Forças Armadas. Nesta hora, vem o não, e ele reage com uma intervenção.”

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO