ACESSE

Comissão de Ética da Presidência avalia arquivar caso Wajngarten

Telegram

Integrantes da Comissão de Ética Pública da Presidência avaliam a possibilidade de arquivar o caso envolvendo Fabio Wajngarten sem investigação no colegiado, relata a Folha.

O chefe da Secom, a Secretaria de Comunicação da Presidência, recebe por meio da sua empresa FW Comunicação dinheiro de TVs e de agências de publicidade contratadas pelo próprio órgão que ele comanda, ministérios e estatais do governo Jair Bolsonaro.

Segundo o jornal paulistano, a ideia de arquivamento, sem apuração ou julgamento do mérito, ganhou força na comissão sob a justificativa de que a PF conduz investigações a respeito, de caráter criminal.

A lei vigente proíbe integrantes da cúpula do governo de manter negócios com pessoas físicas ou jurídicas que possam ser afetadas por suas decisões.

O secretário nega a existência de conflito de interesses.

O NOVO BOTE EM MORO. Leia aqui

Comentários

  • Glória -

    COMISSÃO DE ÉTICA É BOA PARA OS OUTROS MAS NÃO PARA TODOS É ISSO ? VERGONHA SENHORES !!!

  • Arnaldo -

    Como nega conflito de interesses? Não é o individuo que decide isso. São os fatos que impoem o conflito de interesses para que outros julguem as acoes do envolvido.Neste caso é escancarado.

  • Ocirene -

    O PR, caiu na vala do deboxe, acbei de ver no SAIT TRIBUNA DA INTERNETE:TOFFOLIO,lança Programa p/ Destravar Obras Paralizadas em todo PAÍS.ASSUMIU O EXECUTIVO,TEMOS PR ? NÃO,

Ler 19 comentários