"Como Bolsonaro virou um estorvo, os generais querem colocar o Mourão no governo"

“Como Bolsonaro virou um estorvo, os generais querem colocar o Mourão no governo”
Foto: Adriano Machado/Crusoé

“O que fazer se a opção em 2022 for Lula ou Bolsonaro?”, perguntou o general Sérgio Etchegoyen.

Ele mesmo respondeu:

“É sentar na calçada e chorar.”

Em reportagem publicada no El País, alguns militares falaram sobre a possibilidade de afastar Jair Bolsonaro do poder e de substituí-lo por Hamilton Mourão.

“Como Bolsonaro virou um estorvo, os generais agora querem colocar o Mourão no governo”, disse o coronel da reserva Marcelo Pimentel Jorge de Souza. “Mourão não vai em bola dividida. Ficará na cara do gol”.

O general Paulo Chagas acrescentou:

“Mourão tem toda capacidade para colocar ordem na casa democraticamente, mas isso agora não interessa ao presidente nem à oposição, que quer ver Bolsonaro sangrar até o fim do governo.”

Leia mais: Enquanto Brasília faz tudo errado, a Crusoé continuará fazendo o certo: fiscalizando o poder.
Mais notícias
TOPO