Como escoou o dinheiro do BNDES

No despacho de Sérgio Moro, há uma descrição dos empréstimos do BNDES às empresas Usina São Fernando e São Fernando Energia I, que totalizaram cerca de meio bilhão de reais. Duas coisas chamaram a atenção da força-tarefa:

Relatório do Coaf identificou que Bumlai realizou 14 saques em espécie, entre 21 de setembro de 2010, em plena campanha para a eleição de Dilma, e 14 de maio de 2013. Os saques foram feitos da conta da usina, em valores superiores a cem mil reais, totalizando R$ 1,6 milhão. Também foram identificados 21 saques feitos por Bumlai de suas próprias contas, em valores de cem mil reais ou mais, totalizando R$ 3,4 milhões.

Para a força-tarefa, saques em espécie em quantias vultosas “não são usuais”, e normalmente constituem “expediente destinado a dificultar rastreamento bancário e facilitar a lavagem de dinheiro”.

Outro fato, ainda mais relevante, trata da quebra de sigilo bancário das empresas de Adir Assad. “A São Fernando Açúcar e Álcool realizou duas transferências, cada uma de um milhão de reais, em 27/7/2011 e em 28/08/2011, para a Legend Engenheiros. Considerando a natureza das atividades de Adir Assad e da Legend, há prova, em cognição sumária, de que também esses repasses da São Fernando foram fraudulentos”.

Faça o primeiro comentário