Como produzir analfabetos, cotistas e mortadelas

A OCDE divulgou que o Brasil gasta somente 3,8 mil dólares por ano com cada aluno do ensino fundamental.

E 11,7 mil dólares por ano com cada aluno universitário.

Assim funciona a máquina de produzir analfabetos funcionais, cotistas e mortadelas.

 

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. É o plano de governo de lula e dilma para se perpetuarem no poder. Veja pela propaganda do PT adorando lula e veja por hoje, os pelegos mortadelas com toda sua ignorancia em Curitiba…

Ler mais 49 comentários
  1. É o plano de governo de lula e dilma para se perpetuarem no poder. Veja pela propaganda do PT adorando lula e veja por hoje, os pelegos mortadelas com toda sua ignorancia em Curitiba…

  2. Discurso de socialista na linha do Cristovam Buarque. Resolver os problemas do país não é só uma questão de gastar dinheiro com estudante, pois de nada adianta ter um monte de engenheiros e médicos se somos um país sem liberdade econômica e sem uma cultura de empreendedorismo. Na melhor das hipóteses, viraremos uma nova Índia, em que praticamente todos os seus melhores recém-graduados vão trabalhar em empresas nos EUA e no Canadá (fenômeno “brain drain”) e, na pior delas, um monte de funcionários públicos para drenar ainda mais a parca riqueza que se gera no país. Isso sem contar o exemplo de países como Cuba, que investe boa parte do PIB em seu sistema educacional e seu país continua sendo um lixo total e absoluto.

  3. Isso é criminoso! Deveriam investir no ensino fundamental, inclusive com ótimos salários para os professores (desde que competentes). E em seguida aumentar o investimento no ensino médio e nos cursos técnicos. Mudaria a vida da criança e do jovem. Mudaria o país.
    Hoje o que se vê nas áreas de humanas e ciências sociais das universidades são alunos e professores que na maioria das vezes são verdadeiros analfabetos funcionais. E o pré requisito para aprovação nos mestrados e doutorados é serem de esquerda. Caso contrário as portas se fecham.

    1. Como disse o Cristóvão Buarque num roda viva da cultura recentemente, o nove dedos recusou o projeto dizendo que não daria votos pra ele.

  4. Gastamos muito e gastamos mal!
    Não temos que aumentar verba, mas acabar com os desvios e exigir resultados.

  5. Qualquer país sério quase que consegue, com esses gastos, transformar um orangotango em um físico especializado em física quântica! Mas Banânia só consegue mesmo produzir idiotas diplomados, que nem mesmo são capazes de escrever e falar decentemente a língua pátria! Como dizia Roberto Campos: a burrice aqui tem um passado glorioso e um futuro promissor!

  6. O PT se foi, mas deixou um monte de gente q acredita em almoco grátis. Todos cheios de direitos. Universidade grátis é um completo absurdo.

  7. Mas, de acordo com os petistas isso é mais do que suficiente para produzir “gênios”. Exemplo disso é o Lula, semi-analfabeto, conseguiu se tornar milionário e poderoso. O nome disso nós todos sabemos.

  8. O ensino, com base na ideologia retrograda p/t, parece com o Mar Morto, é uma lagoa densa salgada, em que não há vida. A água que vem do rio doce, ali fica estagnada, não geram vida…
    O lugar que você está não tem Sol…

    MOVA-SE!

    XÔ 13. FORA petralhas. Apedeutas.

  9. Para os padrões do ensino no Brasil, gastam até demais. Se colocar mais dinheiro vai piorar ainda mais. É o mesmo que tentar resolver corrupção aumentando o salário do funcionalismo, só teremos corruptos melhor remunerados.

  10. E isso graças a Lula, que abriu centenas de Universidades pelo Brasil todo. Não conheço uma cidade com 100 mil habitantes que NÃO TENHA uma boa UNIVERSIDADE. Quando formei minhas filhas, tive que mandá-las para ‘capital’, pois só lá conseguiriam concluir ensino universitário. Imaginem como era antes? Isso tudo interessa a quem? Vamos ver quem reponderá. Tem até amanhã…

    1. Informe os cursos que elas fizeram. Preciso anotar os nomes delas na lista dos profissionais a jamais contratar ou consultar.
      .
      Elas passariam num exame simples de qualificação profissional?
      .
      Exemplos que conheço :
      Eng.o mecânico que nao sabe projetar ua tampa a partir da junta
      Eng.o de produção que nao sabe derivada e integral e nem usar um programa de cad
      Veterinários que nao sabem usar regra de três
      Jornalista que nao sabe qual a capital do Paraná
      Biomedicas que aprenderam que uma doença pode elevar o pH do sangue a 37,5

    2. Não passa pela sua cabeça que ele não fez mais do que a obrigação dele? É função do governo prover educação a todos, ele apenas garantiu isso, só que à um nivel muito abaixo do esperado.

  11. A questão não se prende a “quanto” se gasta, mas a “como” se gasta. Problema de qualidade. A de quantidade não pode ser resolvida com um PIB per capita do tamanho do nosso.

  12. Brasil
    32 anos de comunistas /socialistas no poder, piorados por 13 anos de PT e seus partidos linhas auxiliares:
    70.000 mortes violentas ao ano
    Últimos lugares no mundo nas avaliações educacionais
    O Brasil é o país mais violento e burro do mundo.

  13. Estranho um aluno na escola pública gastar cerca de 1000,00/mês. Existem escolas particulares mais baratas q isso! Estranho ninguém pensar assim! Estão superfaturando até o ensino ruim brasileiro!?

  14. O povo conhece todos os problemas,sabe quem o prejudica e lamenta todos os dias por passas esse sofrimento.Mas quando vai tomar a atitude p/ q isso mude fudeu,ele vai lá e apóia os mesmos q a causa toda essas mazelas.

  15. Deixem como esta. Com a escola publica da qualidade que temos, quanto menAs atividades, melhor. Se todas fechassem ainda sairiamos no lucro.

  16. O PROBLEMA NÃO É SÓ ESSE! ALÉM DE GASTAR POUCO AINDA GASTA MUITO MAL!!! NÃO BASTA SÓ DESTINAR A VERBA, TEM QUE INVESTIR CORRETAMENTE!!!

  17. Custo por aluno do ensino fundamental: R$ 1.000,00/mês;
    Custo por aluno do ensino superior: R$ 3.100,00/mês.
    Era um milhão de vezes melhor acabar com ensino público superior(jaboticaba brasileira pra manter um bando de professores vadios perambulando por aí, cedidos à outros órgãos pra acumular salários, pra formar comunistas, analfabetos funcionais…), investir em ensino fundamental, acabar com escolas públicas, dar um voucher pra cada família por cada filho no valor de r$ 1.000,00(limite de dois filhos, ou seja, ainda faríamos controle de natalidade sem precisar incentivar o aborto), incentivando investimentos privados em educação de qualidade, empregos, renda, desenvolvimento intelectual e ainda economizando com a burocracia e com os aspones dos Ministérios da Educação e das Secretarias Estaduais de Educação!
    Agora, pergunta se os BARNABÉS da “educação” deixariam isso acontecer?

    1. Você tem razão. A ideia dos “vouchers”, ou vales educacionais, é do Milton Friedman.
      .
      Vendo o quanto eles gastam com educação pública no Brasil e o baixo retorno, não há como não pensar que solucionaria muitos dos nossos problemas.

  18. Adorei a descrição das consequências.
    O Brasil sempre errou nisso.
    Deve-se gastar mais em ensino fundamental.
    Começando por duas professoras por classe.

  19. Como sempre o Antagonista postando e não analisando.Vamos lá:
    Ensino fundamental 3,8 mil dólares=950,00 reais mês.Em cidades menores paga boas escolas particulares.
    Ensino superior 11,7 mil dólares=3000,00 reais mês.Em cidades de médio porte paga todas as carreiras tirando medicina.
    Como as federais têm vários cursos mais baratos de ministrar o dinheiro está é sumindo na burocracia,o mesmo para o fundamental.1000,00 por mês na minha região pago um segundo grau muito bom.
    Não se gasta pouco, jogam é dinheiro fora.E muito.

  20. Por falar em cotas, a UNICAMP AVACALHOU: Exatamente, 88,1818% das vagas de Medicina vão para COTISTAS! Sobram 11,82% para alunos NÃO COTISTAS!!

  21. Com meus dependentes o governo não gasta nada e, no entanto, não posso deduzir integralmente minha despesa com educação no IR! Interessante, né!?

  22. Quando eu lembro da Dilma vociferar com veemência no rádio e na TV falando sobre a “Pátria Educadora”, me dava náuseas e ânsia de vômito. Aquilo sim era um deboche para quem via a que ponto eles estavam levando a Educação no Brasil. E agora, pasmem!, ela será professora de algumas Faculdades Comunistas por esse Brasil afora. Ei, Bolsonaro…, quando ganhares, borduna na bodequinha!

Os comentários para essa notícia foram encerrados.