Como reforçar o instituto da delação premiada

O Globo, em editorial, diz a revisão do acordo da JBS reforça o instituto da delação premiada.

Mais ou menos.

O instituto da delação premiada será reforçado mesmo se Joesley Batista for preso e as provas entregues por ele, mantidas.

24 comentários

  1. Vamos ver o que o Joesley tem a dizer sobre a Globo. Afinal ele sabia que ia sair no JN e que a imagem era da adega de sua casa. Isso antes de firmar o acordo de delação e de “vazar” para o Lauro Jardim (áudio de como contar a Tici as traquinagens).

  2. ISTO QUE ACONTECEU COM OS IRMÃOS BATISTA, AO CONTRÁRIO DO QUE ELES PENSAM, FORTALECERÁ AS DELAÇÕES E O STF TERÁ QUE AGIR EM CIMA DA LEI PARA NÃO SER DESACREDITADO PERANTE OBRASI E O MUNDO…..
    O STF AGORA TERÁ QUE TRABALHAR EM FAVOR DO BRASIL E NÃO COM PARCIALIDADE COMO VINHAM AGINDO DESDE O MENSALÃO…
    DEPOIS DESTES EPISÓDIOS DE ONTEM: O DINHEIRO DE GEDDEL, ÁUDIOS DO IRMÃO BATISTA E DENÚNCIAS CONTRA LULA E DILMA ROUSSEFF, O STF TERÁ SEGUIR O RUMO DE IMPOR AS LEIS , PORQUE SE NÃO O BRASIL E SUAS INSTITUIÇÕES SERÃO DESTRUÍDAS E O BRASIL NÃO TERÁ CRÉDITO PERANTE O MUNDO …
    OS BANDIDOS EMPRESÁRIOS E POLÍTICOS TINHAM A CERTEZA DA IMPUNIDADE, PORQUE O STF NÃO AGE… JUIZ PRENDE STF SOLTA… TANTO É QUE O GEDDEL VIEIRA LIMA ESTAVA COM ESSE DINHEIRO TODO MESMO COM O ANDAMENTO DA LAVA JATO… ELES TÊM CERTEZA DA IMPUNIDADE…
    E AGORA STF????

  3. ” PERITO disse:
    6 de setembro de 2017 às 13:09
    .
    O instituto da delação premiada também será reforçado com a prisão de Marcelo Miller e de seu cúmplice Rodrigo Janot!”

    “Lauro jardim vai falar? disse: 6 de setembro de 2017 às 13:05
    .
    Lauro Jardim ficou mudo?
    Porque não vazou o áudio do Joesley? Janot é Müller não entregaram?
    Entre na conversa

    Víboras da Globo disse: 6 de setembro de 2017 às 14:04
    .
    E a compra do dólar na véspera da divulgação dos áudios? Por quê a seletividade? Por quê a Rede Globo não mostrou tudo?
    BANDIDOS! VÍBORAS!”

  4. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, repete que no caso da JBS não há risco de que as provas apresentadas pela empresa sejam anuladas, mas professores e profissionais do direito ouvidos pela Folha de S.Paulo discordam dessa avaliação.
    .
    Segundo eles, as provas podem ser declaradas nulas se ficar caracterizado que o ex-procurador Marcello Miller cometeu crime de advocacia administrativa e manipulou provas.
    .
    “Se o procurador praticou advocacia administrativa, as provas são ilícitas porque ele atuou contra o interesse público”, diz Alberto Toron, professor da Faap. “O simples fato de o procurador ter ajudado Joesley com o acordo caracteriza advocacia administrativa.”
    .
    Carlos Kauffmann, professor de processo penal na PUC-SP: “Se o procurador orientou o Joesley a fazer a gravação, isso se chama ação controlada e tem de ser comunicada à Justiça. Se houve orientação de Miller, a prova é ilícita porque nenhum juiz foi avisado dessa ação.”
    “Toda delação tem de ser espontânea. Se foi direcionada para atingir um certo alvo, o acordo perde a validade.”

    1. Delação viciada é nula. Não tem essa de aproveitar o que interessa.
      Ministério Público não pode fabricar e sequer manipular depoimento.
      No caso, Janotão aplicou um GOLPE! Descumpriu a Lei. Tem que responder por corrupção. Delatores são bandidos e, no caso, golpistas.
      TEMER tb é. Não há inocentes neste imbróglio, mas há PF para por ordem neste caos. Viva PF!

  5. Janot fez uma verdadeira lambança, é o único responsável, claro, junto com a globo e Antagonista que participaram da armação!

    1. Mais um que repete as baboseiras, mas vamos aos fatos: O PGR denunciou Gleisi Hoffmann, atual presidente do partido em maio de 2016, e o marido Paulo Bernardo, ministro de Dilma e Lula. Antes disto, em 2015, o PGR pediu inquérito contra os senadores petista Lindebherg Farias e Humberto Costa. Em dezembro do mesmo ano denunciou o ex-líder petista do senado, Delcídio do Amaral. No mesmo mês denunciou o petista Vander Loubet. Em 2016, denunciou diversos parlamentares do PP. partido que co-participou do Mensalão e do Petrolão. Recentemente denunciou Dilma, Lula e outros do PT, e implicou o ex-presidente como chefe da organização criminosa…

  6. .
    Esse editorial é um ATESTADO DE CULPA
    das Organizações Globo.
    Janot Globo Lula Dilma Temer, Carme Lúcia, STF
    .
    Mude: BOLSONARO 2018
    ..

  7. .
    Esse editorial é um ATESTADO DE CULPA
    das Organizações Globo.
    Janot Globo Lula Dilma Temer, Carme Lúcia, STF
    .
    Mude: BOLSONARO 2018
    .

  8. O instituto da delação premiada também será reforçado com a prisão de Marcelo Miller e de seu cúmplice Rodrigo Janot!

  9. Concordo. E também se pararem de atacar Janot, agora que querem anular a denúncia contra o PT e seu chefe máximo.

    1. E a compra do dólar na véspera da divulgação dos áudios? Por quê a seletividade? Por quê a Rede Globo não mostrou tudo?
      BANDIDOS! VÍBORAS!

  10. O Globo conseguiu a proeza em seu Editorial dizer que o Rodrigo Janot saiu mais forte disso tudo! PQP! Eu avisei que a ordem do grupo Globo era essa, ou seja, salvar a “honra” do Janot. E se possível, a do Joesley Batista.
    O Globo acabou. A Rede Globo, idem! GloboNews nem se fala, poço de eaquerdismo xulo e barato!
    FAKE NEWS escancarado! Em todas as áreas, da política, passando pela economia até a parte policial e social.

    1. Concordo, grupo globo trabalha 24 horas contra o Brasil e nos intervalos contra os estados unidos.
      Estão unidos com a esquerda lixo!

    2. Pois é. Nem foi só com esse editorial.
      Ontem no JN tentaram de tudo para ajudá-lo. Janot fez um desabafo quase chorando: “Foi um dia dos mais tensos” Hahahahahaha

  11. Os Antas sendo absolutamente incoerentes:
    “O instituto da delação premiada será reforçado mesmo se Joesley Batista for preso e as provas (ilegais e forjadas) entregues por ele, mantidas.”
    Admitam o amadorismo na tentativa de desestabilizar o Brasil, que é bem mais decente.

  12. Irrigado por Itaipu
    Brasil 24.08.17 12:59
     VEJA
    Itaipu deu 900 mil reais para o IDP, de Gilmar Mendes.
    Diz a Piaui:

    “Desde 2016, todos os eventos jurídicos que Itaipu patrocinou receberam 4,9 milhões de reais. O IDP ficou com 13,6% do total, perdendo apenas para a Associação de Juízes Federais, campeã de patrocínios recebidos.
    Em maio, o jornal Folha de S. Paulo publicou que os patrocínios federais à empresa de Mendes somavam, no total, 2,64 milhões de reais desde 2009 – o que dá ideia do volume do dinheiro que irriga o IDP desde Itaipu”.

  13. É só não ter alguém como Janot na PGR.
    Até a lambança do Joesley o instituto da delação premiada era inatacável.

Comentários temporariamente fechados.
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.