Como Ronan Maria Pinto usou o dinheiro de Bumlai

A análise financeira sobre o empréstimo de José Carlos Bumlai se estendeu ao empresário Ronan Maria Pinto, acusado de chantagear Lula, José Dirceu e Gilberto Carvalho para não falar do caso Celso Daniel. O Antagonista obteve a íntegra da análise sobre como Ronan usou o dinheiro.

As informações obtidas pela Receita Federal “confirmam a aquisição por Ronan de ações da empresa Diário do Grande ABC”.

A operação teve a participação de intermediários e simulações de empréstimos semelhantes às de Bumlai. Empréstimos que também nunca foram pagos e serviram apenas para “dissimular a origem dos recursos”.

A Receita descobriu que Ronan teria comprado 60% do jornal, depois vendido 10% por valor superfaturado. Uma série de operações de mútuo foram realizadas ao longo dos anos. O empresário chegou a declarar em 2013 a titularidade sobre 96,87% das ações do jornal.

O MPF recomenda o aprofundamento da investigação e a quebra de sigilo bancário de todos os envolvidos. Já passou da hora.

Faça o primeiro comentário