Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

'Compra de mansão não é pauta para Conselho de Ética', diz presidente do colegiado

Compra de mansão não é pauta para Conselho de Ética, diz presidente do colegiado
Foto: Adriano Machado/O Antagonista

Jayme Campos, o presidente do Conselho de Ética do Senado, afirmou nesta quarta (3) que a compra de uma mansão de R$ 6 milhões por Flávio Bolsonaro, revelada por O Antagonista, não configura motivo para abertura de processo no colegiado.

Como publicamos mais cedo, parlamentares de Rede, PSOL e PT protocolaram ofício cobrando que o conselho abra processo por quebra de decoro contra o senador e filho 01 de Jair Bolsonaro. No documento, alegam que as movimentações financeiras de Flávio são incompatíveis com o salário dele no Senado.

“A mera compra de uma mansão não é pauta para Conselho de Ética. Se há alguma irregularidade nisso, cabe à Receita Federal apurar, não ao órgão do Senado”, declarou Jayme Campos a O Globo.

Em 2019, a oposição já havia pedido abertura de processo contra Flávio por causa do caso da rachadinha na Alerj, quando ele era deputado estadual no Rio.

Campos alegou ter enviado o caso de 2019 à Advocacia-Geral do Senado. “Por conta da pandemia (…), os trabalhos acabaram sendo prejudicados, e até hoje não recebi nenhum retorno sobre esse assunto.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO