Conceda-se porcaria nenhuma

Citamos o editorial da Folha sobre o impeachment de Dilma Rousseff, mas gostaríamos de comentar um detalhe.

O jornal diz que “Conceda-se a Dilma Rousseff, em benefício da dúvida, que tenha agido de boa-fé quando praticou fraude orçamentária; ainda assim, seu calamitoso governo foi repudiado por dois terços da população e deposto em processo que seguiu os devidos trâmites constitucionais”.

Achar que Dilma Rousseff possa ter agido de boa-fé quando praticou a fraude é negar todas as evidências obtidas pela comissão de impeachment.

Conceda-se, portanto, porcaria nenhuma.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200