Concessões de ferrovias e aeroportos não saem este ano, diz governo

O governo já admite que boa parte de seus projetos de concessão de infraestrutura de transportes não sai este ano, publica o Estadão.

Dentre os leilões frustrados estão 12 aeroportos, 4 ferrovias e pelo menos 6 trechos de rodovias.

Com esses projetos fora da agenda de 2018, o governo de Michel Temer deixará de anunciar a contratação de pelo menos R$ 64 bilhões em investimentos.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 17 comentários
  1. A verdadeira ilha do jornalismo independente é https://www.jornaldacidadeonline.com.br/ LEITOR saia desta bostagonista, jornalismo de filho da puta!!! Vamos derrubar o acesso desta bostagonista.

  2. Este tipo de notícia (perdas econômicas, desemprego etc) me derruba, estraga meu sábado à noite, dá desânimo.. me sinto um camundongo assustado escondido num buraco da sala fugindo de um gato gordo.

  3. O BNDES sempre privatizou bem (ex: década de90). Pelo jeito o Moreira quis abrigar debaixo da asa (quem sabe para levar algum…), levou as privatizações para Brasília e o resultado é esse aí mesmo..

  4. • “nóis” é rápido no gatilho, HJ aqui na CASA da “Luiz” VERMELHA
    • molambento barango que pagar R$ 13,00 Leva 1 BO CE TA com AIDS
    • “nóis” não PRIVATIVA, JOGA na PRIVADA de RODOVIÁRIA e LEVA $$$$$$$$

  5. Votem. Limpem a pocilga. Mandem os zumbis brilhosos para suas tumbas. Empalem os vampiros e suas crias, os filhotes de Papai-papaizão, parasitas notórios. Voto faz milagres e já há gente se borrando!

  6. geraldo candidato da ORCRIM, geraldo temer ORCRIMin, geraldo roubamerenda ORCRIMin, geraldo paulo preto ORCRIMin, geraldo aecio ORCRIMin, geraldo centrão da corrupção ORCRIMin, geraldo $TF ORCRIMin

  7. Mais uma década perdida no Brasil.. gerando enormes prejuízos econômicos e sociais que vão se refletir nas décadas futuras, pelo menos até a metade deste século. O tempo não para.

  8. É claro que não sai, a classe política não tem e nunca teve interesse em resolver os problemas do país, apenas seus interesses pessoais. Se não houver coragem e determinação, em 2019 também não haverá