Condenou, prendeu!

Faixas na frente do STF dão o recado: “Condenou, prendeu!”