ACESSE

"Conduções sob varas"

Telegram

Leonardo Sica, em nome da Associação dos Advogados de São Paulo, é mais um a atacar as conduções coercitivas no STF.

Diz que o instrumento lembra “as conduções sob varas.”

“É o Judiciário empurrando a história para trás.”

O advogado ainda compara as conduções à tortura.

Comentários

  • Ricardo -

    O que esses advogados defendem é o corporativismo dos negócios, não tem nada que ver com a democracia e a necessidade rápida de solucionar e prender criminosos. Eles não querem que atrapalhe seus negócios e fingem preocupação jurídica, sabem que não se quer empurrar a "história para trás", vocês das Associação dos Advogados é que não querem deixar a história ir para frente.

  • Mi -

    Imagine se ele souber o que as pessoas têm vontade de fazer. Sala especial de embarque vai ser pouco

  • Cris -

    Quanta delicadeza com a bandidagem... E nenhuma consideração com as vítimas e suas famílias...

Ler 8 comentários