Congressistas sem foro

A Folha lembra que, pelo novo entendimento do STF, o foro especial de parlamentares deverá levar para a primeira instância uma série de inquéritos da Lava Jato contra políticos que não conseguiram se reeleger neste ano.

Uma das ações penais é a de Romero Jucá, acusado de pedir e receber propina de R$ 150 mil para beneficiar a Odebrecht na tramitação de duas medidas provisórias no Congresso.

O que estão escondendo de você no 2º turno? Confira AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 29 comentários
  1. Processar Jucá por 150 mil reais chega a ser ofensivo para um político que deve ter roubado no barato uns 100 milhões de reais limpos. Mas se é isso que temos, então que seja preso por isso mesmo

  2. Espero que a nova configuração do senado e da câmara votem em regime de urgência o fim do foro privilegiado e providencie senhas para essa cambada na fila dos julgamentos por corrupção .

  3. Perda do foro privilegiado.. foi essa uma das principais razões pelas quais as ratazanas de esgoto do Congresso não foram reeleitas pelo povo. Que prestem contas à Justiça brasileira.

  4. Já falei isto. A prisão do Perilo foi avant première do que espera todos eles. O pior para eles é que não terão a complacência dos ministros amarrados com a bagunça judicial.

  5. “entendimento do STF”. Isso significa “pro lado que os ministros querem que o vento sopre”. Por 6 x 5 não está em vigor a possibilidade de prisão após 2ª instância? Por que o Dirceu está so