Congresso não aprovaria jeitinho para abrigar Ernesto

Congresso não aprovaria jeitinho para abrigar Ernesto
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Se Jair Bolsonaro tentar emplacar Ernesto Araújo em algum cargo que demande aprovação do Parlamento — como embaixador –, não vai dar certo.

O próprio governista Ciro Nogueira (PP) disse ao UOL:

Não é fácil. O erro que ele cometeu ontem… Eu, que conheço como ninguém ou como poucos o Congresso, acho que é muito difícil passar o nome dele no atual momento.”

Ontem, o ainda ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, foi ao Twitter insinuar que a senadora Kátia Abreu (PP) faria parte de um suposto lobby chinês para derrubá-lo do cargo. A referência foi aos interesses da empresa Huawei no mercado do 5G brasileiro. Kátia preside a Comissão de Relações Exteriores. A senadora reagiu dizendo que Ernesto “age de forma marginal”. Vários senadores, incluindo o presidente da Casa, Rodrigo Pacheco, e o próprio Ciro saíram em defesa de Kátia.

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que não tem medo de apontar os verdadeiros culpados pelas mazelas brasileiras.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO