ACESSE

Congresso prepara nova lei para substituir decreto das armas

Telegram

Com indicativos de que o decreto das armas deve cair também na Câmara, senadores se mobilizam para criar um projeto de lei para manter parte do texto assinado por Jair Bolsonaro.

Segundo O Globo, o senador Alessandro Vieira (Cidadania) é o responsável por consolidar o novo texto.

A ideia é excluir algumas partes do decreto, mas manter a possibilidade de porte de arma de fogo para colecionadores e posse para o público rural. Para deixar isso claro, o senador pretende não dar margem a interpretações erradas no novo texto.

“Não tem nenhum motivo para ter um cidadão comum portando um fuzil ou mesmo possuindo um fuzil para defesa. Arma para defesa pessoal é uma coisa, para atividade esportiva é outra coisa, e o decreto mistura as duas coisas”, disse ao jornal.

Autor da CPI da Lava Toga: 'Agora é a hora do Judiciário.' Leia aqui

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 55 comentários